terça-feira, 16 de setembro de 2008

OFERENDAS PARA AS FADAS




As fadas são os seres feéricos que podem fazer com que tua vida flua ou que seja uma luta absoluta. Fazer-lhes oferendas é uma maneira de ajudar para que a energia em tua vida flua e se unifique.

As fadas gostam de caramelos, frutas, pastéis, sucos e outros presentes da Terra. É uma boa idéia deixar-lhes uma pequena porção de qualquer de teus pratos do Sabbath. Em Cornualles, o costume era não repreender nunca uma criança que derramasse leite, porque o leite derramado se considerava um presente para as fadas, e uma reprimenda faria com que parecesse que estavas dando com má vontade.

Na Inglaterra, tradicionalmente, as pessoas deixavam oferendas de leite açucarado e pão em suas cozinhas para favorecer a presença e a proteção desses seres mágicos. Outros alimentos que gostam esses seres são o gengibre moído, a cevada, os doces, a manteiga, o leite e o mel. Se quiseres podes colocar tuas oferendas feéricas em frente ao pentagrama ou em uma taça consagrada que podes deixar no jardim ou no pátio.

Confira agora uma lista de alimentos e bebidas que poderás utilizar como oferendas para as Fadas:

CERVEJA: Esta é uma das bebidas preferidas pelos seres feéricos. A fabricação da cerveja é um processo que requer a bênção dos seres feéricos, especialmente se queres que tenha um bom sabor. Entretanto, eles são um pouco exigentes, gostam de cerveja alemã ou belga. Talvez porque não tenham experimentado a brasileira!

PASTÉIS E DOCES: Como as crianças, as fadas têm necessidade de açúcar que pode ser saciada com pastéis e doces.

PRODUTOS LÁCTEOS: Devido à sua associação com animais de fazendas e com o primeiro ordenho de Imbolc, os seres feéricos apreciam as oferendas de leite, manteiga, queijo, etc. Talvez porque o leite está associado à Mãe, é um dos produtos favoritos desses seres. Se o leite derrama, não se aborreça, pois é considerado uma oferenda para os seres feéricos.

FRUTA: Tradicionalmente, a primeira e a última fruta de uma árvore frutífera se deixa como oferenda para a energia feérica. Os seres feéricos gostam de todos os tipos de frutas, como maçãs, pêras, pêssegos, ameixas, etc.

MEL: O gosto pelo doce é plenamente satisfeito com o mel, mas prefira oferecer-lhes o mel silvestre.

SUCOS: Os sucos preferidos pelas fadas são os doces como o de maçã, uva e cereja.

ESPECIARIAS: Os seres feéricos sentem verdadeira atração por especiarias aromáticas como o gengibre, o louro, o tomilho, a canela, a alfavaca-cheirosa, alecrim.

CHÁS: Os seres feéricos gostam de chás, especialmente aqueles que são feitos de camomila, sassafrás, pêssego, maçã, baunilha.

VEGETAIS: De modo igual que ocorre com as frutas, a primeira e a última parte de uma colheita, como o último talo do milho, se deixa como oferenda às fadas. Além do milho, há outros vegetais dos quais esses seres disfrutam especialmente, incluídos as cenouras, os tomates, os pepinos, os feijões e os cereais em geral. Quando picares verduras, deixe o último pedaço e enterre-o na terra como oferenda para as fadas. Elas lhe serão muito gratas!

ÁGUA: Por ser um Elemento básico, as fadas preferem a água pura e natural, sem elementos químicos. Para oferenda tente sempre coletar água da chuva, do orvalho ou de fontes naturais. Pode-se usar a água mineral sem gás.

VINHOS E LICORES: Certos seres feéricos das casas têm como tarefa à proteção da adega, o armazenamento de cervejas, vinhos e licores. A tarefa de elaboração do vinho, assim como da cerveja, é um processo ao qual os seres feéricos podem ajudar ou dificultar. Eles sempre apreciam uma oferenda de vinhos e licores que podem ser usados em suas celebrações.


Texto pesquisado e desenvolvido por ROSANE VOLPATTO

HORÓSCOPO DAS FADAS

ÁRIES

Fada: Morrigu

Características: Fada-Deusa guerreira, alta, esbelta, de cabeleira castanha e de rosto que apresenta finos traços angulosos. Foi ela quem conferiu força e valor sobrenatural a Cuchulainn, de modo que ganhou a guerra pelos Tuatha de Danann, as forças do bem e da luz e derrotou os escuros Fomorianos.

Virtudes que confere: ousadia, força e valor na luta contra contra o mal.

Ritual para obter seus favores: realizar uma oferenda de leite de vaca adicionando uma igual quantidade de farinha de cevada.

Dias propícios para invocá-la: 21, 22, 23, 24 e 25 de março.

TOURO

Fada: Licke

Características: é uma fada-cozinheira pequena e gordinha, de caráter pacífico e com sentimentos amorosos para com os seres humanos. É mencionada na Lista das Fadas de Allies.

Virtudes que confere: sendo uma fada cozinheira, é ela quem prepara a carne, oferecendo-nos os prazeres da fartura e da abundância.

Ritual para obter seus favores: ofereça-lhe uma moeda dourada que não deve ser usada até o mês seguinte ou realize uma oferenda de carne cozida que deve ser colocada debaixo de uma árvore frondosa.

Dia propicio para invocá-la: entre o 21 e 28 de abril.

GÊMEOS

Fada: Habetrot

Características: anciã de aspecto desagradável, com nariz grande, dentes tortos, cabelo desalinhado. Possui natureza bondosa e é protetora das fiandeiras da fronteira escocesa, a quem ajuda em seu ofício.

Virtudes que confere: paciência e precisão no trabalho artesanal.


Ritual para obter seus favores: ao realizar a invocação pronunciando seu nome, a pessoa deverá sentar-se sobre uma pedra furada no centro, lugar onde habitam essas fadas.

Dia propicio para invocá-la: entre os dias 14 e 21 do mês de Junho.

CÃNCER

Fada: Oonagh

Características: é a esposa de Finvarra, o rei das fadas ocidentais e dos mortos. Seu cabelo dourado chega até o solo e veste um traje de teia de aranha com gotas de orvalho, que brilham como diamantes.

Virtudes que confere: brilho pessoal, dignidade e confiança.

Ritual para obter seus favores: uma árvore de sabugueiro (se não for possível, faça um amuleto com essa madeira), gravar o nome da fada e em seguida pronunciar as seguintes palavras: “Ancã, dai-me um pouco de tu madeira, e eu te darei um pouco da minha quando me converter em árvore”.

Dia propicio para invocá-la: 7, 14, 21 de julho.

LEÃO

Fada: Domovic

Características: É uma fada do lar e guardiã da família proveniente da Rússia e vive detrás das lenhas nas chaminés ou lareiras. O fogo é seu elemento e quando ofendida pode incendiar toda casa em vingança.


Virtudes que confere: torna prática as tarefas cotidianas e outorga o dom do trabalho.

Ritual para obter seus favores: ofereça pasteizinhos caseiros recobertos de mel, que deve ser deixados cuidadosamente em um lugar onde possam ser encontrados casualmente.

Dia propicio para invocá-la: 6, 12, 18, do mês de agosto.

VIRGEM

Fada: Leanan Sidhe (o Espírito da Vida, a Amante Feérica)

Características: é uma fada de beleza deslumbrante; aparece toda vestida de branco e apresentando um longo e brilhante cabelo dourado.


Virtudes que confere: é protetora dos namorados, favorece os idílios e evita pequenas discórdias que atrapalham a felicidade do casal; outorga o dom da inspiração aos poetas cantores.

Ritual para obter seus favores: Invoque-a mediante a recitação dos seguintes versos: “Fada loira e dama brilhante; traga o amor que para mim foi destinado”.

Dia propicio para invocá-la: desde 3 dias antes a três dias depois da lua cheia (preferivelmente durante o mês de setembro).

LIBRA

Fada: Fylgiar

Características: A Fada Fylgiar é conhecida na mitologia nórdica por ser muito brincalhona. Se acredita que toda fada escolhe um protegido, um familiar, com o qual se une desde o nascimento, acompanhando-o por toda a vida. Segundo as lendas, Fylgia avisava sobre os acontecimentos, tanto os bons quanto os ruins, podendo chegar inclusive a revelar como será sua morte.


Virtudes que confere: A Fada serve ao seu protegido, tornando sua vida cheia de milagres, surpresas e o ajuda a descobrir o desconhecido.

Ritual para obter seus favores: colocar uma taça de água clara e limpa em um local que fique a noroeste da casa; renovar a água antes que turva.

Dia propicio para invocá-la: de 16 a 24 do mês outubro.

ESCORPIÃO

Fada: Meg Mullach, Maug Moulach ou Maggie Moloch

Características: seu nome significa “a peluda”, por seu abundante pêlo. Apresenta pele escura, rosto enrugado, não possui nariz e mede em torno de sessenta centímetros. Dirige as criadas da casa e serve as comidas como por arte de magia. É a melhor aliada na organização de festas.

Virtudes que confere: Infunde entusiasmo e ânimo festivo, transmite vitalidade e sabedoria popular.

Ritual para obter seus favores: falar em forma rítmica e com movimentos de dança: “A a luz da lua dançamos e jogamos, com a noite começa nosso dia, enquanto segue o baile cai o rocio , dançamos todos, rapazes , ligeiros como a abelhinha, de dois em dois e de três em três: vamos lá!, vamos lá!”.

Dia propicio para invocá-la: os dias 9, 18 do mês (preferentemente em novembro).

SAGITÁRIO

Hada: Ellyllon

Características: é uma fada diminuta que se alimenta de cogumelos vermelhos e da manteiga que as fadas extraem das raízes das árvores velhas.

Virtudes que confere: restitui a força e o entusiasmo pelo trabalho. Conduz ao caminho da prosperidade e afugenta a má sorte.

Ritual para obter seus favores: frite cogumelos com manteiga e coloque embaixo que qualquer árvore ao lado de uma vela verde acesa.

Dia propicio para invocá-la: 10 e 30 do mês de Dezembro.

CAPRICÓRNIO

Fada: Rainha Mab

Características: é uma linda fada diminuta que possui uma carruagem que é conduzida por insetos e é governante das fadas que fazem nascer os sonhos.

Virtude que confere: favorece todas as formas de restabelecimento e faz acelerar a realização de nossos êxitos financeiros. Transforma nossos sonhos em realidade.

Ritual para obter seus favores: Deixe em qualquer jardim um pratinho com leite e enterre 3 moedas douradas. Depois recite: "Rainha Mab, Tu que governas o mundo secreto de sonhos, ajuda-me! ... "

AQUÁRIO

Hada: Gwragged Annwn

Características: Pertence a família das donzelas do lago, é uma fada aquática bela e desejável, de longos cabelos de fios dourados.

Virtudes que confere: Beleza e sedução às mulheres, sensibilidade e segredos de medicina aos homens.

Ritual para obter seus favores: vestindo uma roupa azul, vá até a borda de um lago e deposite na beirada um saboroso pão quentinho.

Dia propicio para invocá-la: 19, 20 e 21 de fevereiro.

PEIXES

Fada: Grig

Características: do tamanho de um grilo, a alegre fada aparece vestida de verde e com um gorro cônico vermelho na cabeça.

Virtudes que confere: alegria e generosidade

Ritual para obter seus favores: se realiza una oferenda de maçãs pequenas que se depositam nos ramos de uma árvore.

Dia propicio para invocá-la: entre o dia 21 a 25 de fevereiro.

COMO SE COMUNICAR E CAPTURAR AS FADAS



Muitas são as pessoas que desejam entrar em contato com uma fada, um gnomo ou duende, mas não conseguem. Decidi então, através deste texto e dos rituais que se seguirão criados para esse fim, ensiná-los a comunicar-se e até conseguir capturá-las.

Entretanto, o primeiro desafio a ser vencido para se comunicar com as fadas é a reação automática das pessoas quando se enfrenta a possibilidade de encontrar-se com elas é o de não se acreditar que elas existam, ou ter dúvidas a esse respeito. Se realmente quisermos viajar pelos territórios místicos, temos que nos dar a possibilidade de nos abrirmos a outro nível.

Não poderá você querer entrar no mundo místico com sentimentos de dúvida ou receio, pois essas são influências negativas que entorpecerão seu progresso. Não tenha vergonha de acreditar, deixe pra lá o que os outros vão pensar e se dê essa oportunidade. Acredite que todas as coisas sejam possíveis, pois a impossibilidade não existe no Reino das Fadas.

CONTROLE MENTAL

Esse é um exercício bem fácil para realizar-se com intuito de abrir nossa visão ao Mundo das Fadas.

Primeiro você deve encontrar em sua casa um lugar tranqüilo, que não possa ser interrompida. Pode ser um sofá ou sua cama, um local onde se sinta confortável e relaxada. Sentada ou deitada, comece a recitar as seguintes palavras:

"NYAM, YO HO, RENGE, KO".

Repita várias vezes a frase até que se torne quase um só tom musical. Continue esse canto por pelo menos meia hora, deixando que as notas desvaneçam-se pouco a pouco. Agora feche os olhos e deixe que as imagens apareçam. Pode até pensar que você só verá escuridão, porém se aceitar essa escuridão, poderá prontamente ser capaz de ver contornos dentro dela. Quanto mais relaxada estiver, mais relevância cobrará seu sexto sentido, de forma que imagens detalhadas chegarão até sua mente.

Não tente forçar nenhuma visão, permita só que as imagens venham até você. De certa forma, você estará vendo com seu "terceiro olho" e, de forma similar a que é usar uma câmara de visão noturna, as imagens serão estranhas a princípio. Agora abra os olhos e deixe que as imagens a invadam. É nesse momento que muita gente vê coisas pelo "rabo do olho" que passam como um relâmpago e estas são, normalmente a primeira aparição de uma fada.

Com essa nova visão de olhar as coisas, siga sua vida normal, porque o que você fez foi abrir uma parte sua, muito no seu interior, que a partir de agora lhe permitirá ver as fadas, quando elas se encontrarem por perto.

COMUNICANDO-SE COM AS FADAS

Uma das formas que podemos nos comunicar com as fadas podem ser pela adivinhação da terra mediante símbolos secretos.

A adivinhação da terra pode tomar muitas formas, desde ler imagens de de cera derretida em um prato com água a lançar uma colher de terra contra o solo e ler as formas que toma. Antes de fazer qualquer classe de geomância é importante, no entanto, magnetizar (usando rezas ou cantos) os materiais que serão usados e consagrar (usando sal ou água sagrada) o solo que o vidente usará de base.

Os símbolos secretos estão conectados com objetos naturais: por exemplo, o Beth-Luis-Nion (o alfabeto arbóreo que contêm os símbolos de todos os segredos da natureza), ou com formas mais simples, tais como raminhos ou folhas caídas que encontramos pelo chão, as pedras ou os troncos de árvores.

Os símbolos mais singelos estão devidamente registrados na figura abaixo:



Essa é uma forma de comunicação baseada na natureza que está mudando constantemente. Com esses exemplos em mente, pense em outros símbolos que você poderia fazer com palitos e folhas. Quanto mais praticar, mais aceitará sua mente esta linguagem não usual e lhe será mais fácil lê-la.

Se você quiser fazer uma pergunta a uma fada, deixe uma mensagem em uma pedra ou no solo de seu jardim e volte no dia seguinte para ver se houve alguma alteração ou estiver reescrito de outro modo.

COMO CAPTURAR UMA FADA DAS FLORES

Primeiro escolha o tipo de fada das flores que gostaria de ter em casa. Então plante a flor em seu jardim ou comprá-la em uma floricultura. Coloque-a em cima de uma mesa com bastante espaço. Ponha uma coroa trançada de arruda na borda da mesa onde está a flor. Regue e cuide da flor até notar uma sensação diferente junto da planta, como se alguém a estivesse observando. Quanto mais cuidados tiver um a flor, mais visível se tornará a fada. Deixe pequenos presentes para ela e se necessitar um favor ou um desejo, peça a flor diretamente.

A FADA DO LAR

As Fadas do Lar são primas distantes dos gnomos do lar e possuem aspecto similar: são pequenas e apresentam a pele escura e avermelhada. Elas se sentem atraídas pelos odores das comidas. Uma torta de maçã recém assada, um pedaço de pão ou um pastel de frutas criam o tipo de aroma que a fada do lar irá adorar e se você deixar algum desses alimentos perto da chaminé ou no parapeito de uma janela aberta, poderá atuar como um poderoso incentivo para que a fada entre. No caso de que você não tenha em seu lar uma chaminé ou lareira, busque nela um local escuro e cálido que possa seduzir a fada. Se realmente não dispõe de nenhum lugar adequado, poderia preparar um cantinho sombrio, mas que seja um lugar que ela possa morar sem ser incomodada. Uma vez encontrado o local monte um santuário para ela. Esse deve consistir em um montinho de folhas de menta (ou hortelã) com um prato com água e bicarbonato de sódio (elas adoram o odor da menta e as borbulhas do bicarbonato). Também deixe um copo com um pouco de orvalho e um pouco de cinzas ou um torrão de carvão (usado para fazer churrasco), pois esse último a fará sentir-se em casa.

Durante sete noites seguidas, enquanto todos dormem, cante essa canção bem baixinho para a fada do lar:

"Fadinha da chaminé, olhe aqui

eu construí este lugar, para que vivas nesse lar,

Fadinha da chaminé

Seja Bem-vinda aqui

para viveres muito tempo, sem temor".

Observe todas as manhãs se algo se moveu de lugar, anunciando a presença da fada. Lembre, que as fadas são muito tímidas, portanto, se notar sua presença, não faça nada, deixe que ela se sinta à vontade. Pouco a pouco ela vai adquirir confiança e até poderá mostrar-se para você. A única forma de se conseguir que uma fada habite nosso lar é se assegurando que sua casa e em particular, sua cozinha, seja um lugar alegre e confortável.

As formas mais tradicionais de se comunicar com as fadas em nosso lar é numa chaminé ou centro de uma lareira, ou ainda uma churrasqueira. Hoje, entretanto, com a introdução da calefação central ou splits nas casas modernas elas se instalam em qualquer lugar mais protegido e adequado, escolhendo inclusive os fogões ou microondas.

Para você atrair as fadas limpe seu lar com uma solução de folhas de sabugueiro (sambucus nigra) e água fervida, que possui um aroma especial para a fada, indicando que é bem-vinda.

Galhos de Acácia colocados sobre a lareira também atraem fadas, que usam suas folhas em seus próprios trabalhos mágicos. Também casca de nozes são muito apreciadas e muito úteis para as fadas, para que fabriquem berços perfeitos para seus bebês.


Um Ritual para encontrar uma Fada
Este ritual foi retirado do site Francesca De Grandis's Wiccan & Faerie
Grimoire. É um ritual da Faerie Wicca.

Não use luz muito forte. As fadas são selvagens, e isso poderia assustá-las
1- Feche os olhos e se concentre. Visualize uma pequena fada vindo até você.
2-Imagine-a sobre você, batendo suas asas. Visualize que ela está cobrindo-o com sua beleza e magia. Absorva esta energia por um minuto.
3- Agradeça pela visita da fada com cortesia. Pergunte seu nome. Se a fada não o disser, termine a visita. Quando encontramos alguém no plano psíquico que não diz seu nome, é porque algo não saiu como deveria. Então, cortesmente, encerre a visita e lentamente volte, abrindo os olhos.
4-Nunca faça um acordo com uma fada. Com qualquer ser que habita o plano psíquico, esses acordos são bastante perigosos.
5-Ofereça algo que você possa deixar do lado de fora de sua casa como oferenda. pode ser algum tipo de comida, como uma maçã, ou alguma bebida. Deixe do lado de fora da casa por toda a noite.
6-Caso a fada tenha dito seu nome e o encontro prosseguido, você pode perguntar algo a ela. Depois, se despeça, diga adeus, e volte lentamente da sua visualização. Sinta como se você estivesse se desligando das energias do plano que você acabou de visitar e volte lentamente a este plano.

RITUAL DO ANEL DE FADAS


Os anéis de fadas são círculos de cogumelos, conhecidos pelo nome vulgar de "chapéu de cobra", que são freqüentemente vermelhos com pontos brancos, assim caracterizados em todas as lendas das fadas.

Eles crescem naturalmente nos gramados da Europa, Grã-Bretanha, América do Norte ou do Sul. De acordo com o folclore, são esses cogumelos que formam os círculos mágicos, onde as fadas se encontram para dançar e cantar nas noites de Lua Cheia.

A lenda diz que todo aquele que encontrar um anel de fadas na específica noite e fizer um pedido, será atendido.

Para ver as fadas, que são invisíveis para os olhos humanos, deve-se dar nove voltas no sentido horário em torno do anel sob à luz da Lua Cheia. Entretanto, não é aconselhável fazê-lo se a pessoa estiver sozinha, pois correrá o risco de ficar presa no mundo das fadas.

Você pode não ter encontrado um anel de fadas real, ou seja, um círculo de cogumelos em algum gramado, mas agora aprenderá a fazer o seu anel de fadas.

É bem simples, primeiro adquira nove pedras vermelhas e nove pedras brancas. Depois procure um local isolado em um parque ou no jardim de sua casa. Inicie esse ritual às 12 horas e vá soltando no chão alternadamente uma pedra vermelha e outra branca, formando o círculo no sentido horário. Se quiser, trace um esboço do círculo com uma varinha e depois percorra-o (no sentido horário) deixando cair as pedrinhas.


Se você estiver seguro, por exemplo, num recanto de sua casa, poderá realizar esse ritual após o por do sol, à luz da lua. Se realizá-lo à noite, inicie-o com o rosto voltado para lua e em uma posição fora do círculo percorra-o nove vezes no sentido horário, dizendo nove vezes mentalmente ou em voz alta o seu particular desejo. Depois afaste-se do círculo e sente-se no chão. Silenciosamente medite sobre seu pedido, sempre desejando que seus desejos não sejam prejudiciais a ninguém e seja o melhor para todos.

Em seguida levante-se, e agora percorra o círculo novamente no sentido anti-horário. Nas duas últimas voltas, recolha em primeiro lugar as pedras vermelhas e depois as pedras brancas. Escolha uma de cada cor e enterre no centro do círculo, para renovação das energias da terra que você usou em seu ritual.

Antes de dormir, faça um projeto de como você deve agir para conseguir o que deseja. Se tiver dificuldade de saber o que fazer, deixe espaços em branco, quando você acordar na manhã seguinte, como que por um passe de mágica, receberá orientação de como proceder para alcançar o que quer.

BOA SORTE, ESTOU TORCENDO POR VOCÊ!

Um mundo mágico...

O mundo dos fungos é certamente místico! Desde sempre que estão associados aos mais diversos mitos, histórias e lendas como o exemplo da foto abaixo. (Antigamete as pessoas acreditavam que estes anéis apareciam devido as bruxas, acreditava-se que o anel delineava o local onde a bruxa dançou durante a noite!) De elevada importância para os povos que os usavam, os fungos tinham os mais diversos usos para diferentes povos. Alguns eram usados medicinalmente, outros para entrar em contacto com o mundo do espíritos, como comida ou até mesmo para acender as suas fogueiras!

FLORES E PLANTAS FAVORITAS DAS FADAS

As flores não só adornam e nos trazem alegria com sua beleza e seu aroma, mas em muitos momentos de nossa vida são um vínculo mágico que nos unem com a Mãe Natureza. Sua pétalas encerram inocentemente secretos segredos. É delas que retiramos essências para a produção de raros perfumes, óleos e bálsamos, que curam e enchem de esperança nossa alma. Sua beleza é canto de amor, de vida e de morte.

As flores e as plantas possuem linguagem própria, falam a língua das fadas e, é justamente essa justaposta convivência com esses seres mágicos que as tornam mágicas.

Para cada tipo de flor há uma fada guardiã, que cuida de seu crescimento e penteia uma a uma suas pétalas. Essas fadas de apenas alguns centímetros de estatura são providas de asas translúcidas que se agitam ao sol e voam como mariposas. Na Inglaterra, a "pillywiggin" é uma fada diminuta, do tamanho de uma abelha, que se encontra voando entre as flores silvestres que crescem em ao pé dos carvalhos.

As fadas vivem em perfeita osmose com o mundo vegetal. Ajudam a transmutar os elementos químicos, catalisam a energia da atmosfera de modo a fazê-la assimilável pelas flores. São elas, pois, os devas, os anjos custódios das plantas que todo o jardineiro deve contar mais com sua colaboração que com seu próprio saber se deseja ter um belo jardim.

Conheça a partir de agora um pouco mais sobre esse fascinante mundo das flores, plantas, ervas,...

O MUNDO SECRETO DAS FADAS!

AÇAFRÃO (Crocus sativus L)

Uma das favoritas dos seres feéricos do Fogo e das fadas aladas. Utiliza-se açafrão para reforçar os feitiços, especialmente os de cura e de amor. Também se usa para se ver o interior do reino das fadas.

ALFAFA ( Medicago sativa )

Desperta tua clarividência, infunde paixão e atrai a boa sorte, além da prosperidade, fortalece ainda, os feitiços de amor e atrai a felicidade para teu lar.

ARTEMISA (Artemísia vulgaris)

Use essa erva para proteger-te dos seres feéricos danosos e para favorecer sonhos proféticos. Faça uma coroa de artemísia na véspera de São João para comunicar-se com as fadas. O chá de artemísia pode ser usado para limpar os cristais e as gemas utilizadas na Magia feérica.

AVELÃ (Corylus spp.)

A avelã , era chamada de "Coll", pelos antigos celtas e correspondia a letra C do alfabeto druídico Ogham. Segundo os celta, a avelã era considerada como o receptáculo da sabedoria, já na Inglaterra é símbolo de fertilidade. A madeira da árvore é apropriada para fazer qualquer tipo de bastão ou varinha mágica usadas por bruxos, magos e feiticeiros.É com uma vara em forma de forquilha dessa árvore, que se encontra água e objetos ocultos. Um ótimo encantamento para lhe trazer sorte consiste em fazer uma cruz solar amarrando dois galhos juntos com um cordão vermelho ou dourado.

BREJO

Associado ás rainhas das fadas e à aventura espiritual, é uma flor do amor para a Magia Feérica que infunde paixão, expande a percepção e é uma oferenda ideal na véspera de Beltane para os seres feéricos.

CALÊNDULAS

É uma das flores favoritas dos seres feéricos, Use calêndulas para obter proteção e para reforçar tuas habilidades psíquicas como a clarividência. Crie um anel de calêndulas em teu jardim para sentar-te nele e meditar, ou coloque um vaso com calêndulas vivas junto de tua cama para favorecer os sonhos com o reino das fadas.

CAMOMILA

A camomila atrai dinheiro e amor, e se utiliza para purificação, meditação e para proteger o lar de energias danosas. Plante camomila para cobrir o solo de jardim e atrair diminutos seres feéricos das flores. Quando caminhares sobre elas, o aroma será delicioso! Espalhe flores por tua casa para liberar-te de energias não desejadas, ou beba uma infusão de camomila antes de ir dormir para sonhar com as fadas.

CARDO SANTO (Cnicus benedictus)

Expande tua percepção, repele as energias negativas e os seres feéricos danosos, e dá poder aos feitiços de Magia Feérica.

CEVADA

Adicione as bebidas ou porção mágicas para conseguir proteção, cura e poder. Espalhe em um local de teu jardim para proteger essa região de energias não desejadas e atrair as fadas.

CRISÂNTEMO

Crisântemo, cujo nome quer dizer flor de ouro, simboliza a alegria e representa também a perfeição e a simplicidade. No Japão, é a flor nacional. Para os chineses,o crisântemo assegura o amor eterno e a fidelidade. Branco, lembra a verdade e a sinceridade; vermelho, representa o amor e o amarelo simboliza o amor não correspondido. O crisântemo gosta de muita luz, mas não deve ficar diretamente exposto ao sol; a terra deve ser mantida úmida, sem secar e nem encharcar. Adapta-se a ambientes internos e externos.

O crisântemo, é também símbolo do conhecimento concentrado, teria o poder de controlar as emoções dos que se irritam ou se deprimem facilmente. Esta planta, na verdade, estabilizaria as emoções destas pessoas. Igualmente faria a margarida por meio das suas propriedades terapêuticas. Ela poderia "ordenar" o pensamento daqueles que têm a facilidade de acumular conhecimento, mas apresentam dificuldades quando desejam expressá-lo.

O nobre crisântemo é ainda, a flor da longevidade e da juventude. A espécie japonesa, tem um festival em sua honra, é cultivada com requinte nos jardins, usada como delicada guarnição comestível em jantares elegantes e utilizada medicinalmente para destruir germes. Também pode ser encontrada enfeitando o banho vespertino, onde , diz a tradição popular "manterá à distância os desgastes da idade".

O crisântemo amarelo proporciona um banho que aquece, cura e fortalece. Ideal para as noites frescas de outono.

Efeitos do banho: Aquece. Rejuvenesce. Cicatriza corte e aranhões. Atenua marcas de cicatrizes. Destrói bactérias. Tonifica a pele.

Indicações: qualquer tipo de pele. Banha-se com a freqüência desejada.

Ingrediente: Crisântemo amarelo comestível.

Preparo: Coloque as flores para flutuar na água quente do banho.

Permaneça dentro da banheira o tempo que quiser. Ao sair, não enxágüe.

Uma equipe de investigadores da Universidade Nacional de Singapura (NUS) descobriu que a flor de crisântemo, usada tradicionalmente na medicina chinesa, favorece a eliminação de células cancerosas.

DENTE DE LEÃO

O vinho de dente de leão é um dos favoritos dos seres feéricos. Beba chá de dente de leão para intensificar tuas habilidades psíquicas. Escolha um dente de leão em uma noite de Lua Cheia, chame os seres feéricos alados do Ar, pede um desejo e sopre sobre ele. Com certeza será atendido.

ERVA DA SÃO JOÃO

A erva de São João na Idade Média, era queimada nas casas em que se acreditava que havia entrado um demônio. Ficou inclusive conhecida como um infalível "espanta demônios". É também conhecida como um poderoso antidepressivo natural. Para recolhê-la, primeiro peça permissão para as fadas e depois use tua mão esquerda para cortá-la.

Na cultura celta, se acreditava que as fadas más, os duendes e magos não bem intencionados não entrariam nunca nas casas cujas janelas estivessem protegidas com raminhos dessa planta.

GERÂNIO (Pelargonium graveolens)

Todas as classes de gerânios são plantas de proteção e se cultivam em jardim ou em floreiras. As flores são carregadas magicamente e movimentam-se quando um estranho se aproxima. Os jardins semeados de gerânios vermelhos oferecem proteção e saúde aos moradores da casa. Os de flores rosa são usados em feitiços de amor e as variedades de cor branca aumenta a fertilidade.

Os xamãs do México, purificam e curam seus pacientes com ramos de gerânios vermelhos junto com ramos de arruda e pimenta. Todos os gerânios possuem propriedades mágicas que nos fortalecem física e psiquicamente.

GIRASSÓIS

Essa é uma das flores favoritas dos seres feéricos. Faça uma coroa de girassóis e use-a em uma noite de Lua Cheia para favorecer as visões de rainhas e reis das fadas. Use as sementes nos feitiços de prosperidade, fertilidade e amor.

JACINTO SILVESTRE

Faça uma coroa de jacinto silvestres e coloque-a na cabeça na véspera de Beltane que te ajudará a ver os seres feéricos. Um anel de jacintos silvestres é um dos lugares de reunião em um jardim favoritos dos seres feéricos.

JASMIM

Só ao se contemplar essa flor, já nos é possível perceber o quanto é suave e delicado o seu aroma.

Existe uma lenda árabe que nos explica a sua origem. Segundo ela, uma jovem beduína, chamada Jasmine, que vivia no deserto e cobria seu belo rosto com numerosos véus, para se proteger do sol, despertou o amor e a paixão de um príncipe. Esse, não descansou enquanto não a convenceu de casar-se com ele e vir morar em seu castelo. Uma vez casada, Jasmine sentiu que teria que passar o resto de sua vida atrás dos muros do palácio e então fugiu para um oásis, onde expôs seu rosto ao sol. Esse, ao ver tanta beleza, transformou Jasmine em flor, que vive até hoje em completa liberdade nos lugares mais cálidos desse planeta.

O jasmim é um atrativo de dinheiro, do amor espiritual e dos sonhos proféticos. Suas folhas secas colocadas em saquinhos vermelhos são porções de amor. Queimar suas flores atrai prosperidade

LAVANDA (Lavendula vera ou Lavendula officinale)

Essa é uma flor que se queimada todos os dias, evita discussões familiares. Os antigos acreditavam que assegurava a fidelidade quando plantada nos jardins das residências. A lavanda harmoniza a energia espiritual e promove o equilíbrio. Ativa a chackra coronário. Muito usada como incenso para purificação interior . Jogar lavanda no fogo no solstício de verão é um tributo aos Deuses e também nos dá visão e inspiração. Usado também em banhos para curar, e para atrair homem. O perfume da Lavanda induz ao sono. Excelente para dar claridade e coerência em trabalhos mágicos e concentrar a visualização. Além disso, acalma os nervos e aumenta o otimismo.

LILÁS (Syringa vulgaris)

Quem já não se sentiu envolvido pelo aroma dessa delicada flor? Quando chega a primavera, suas frágeis florzinhas enchem de cor, luz e fantasia os nossos jardins. O aroma dessa flor atrai as serviçais fadas para o teu jardim.

Conta uma lenda que a ninfa Syinga despertou os olhares desejosos do deus Pan, metade homem, metade carneiro, e ela, antes de cair na teia desse libidinoso personagem mitológico, correu cruzando montes e bosque, alcançando as margens de um belo rio, onde implorou ser metamorfoseada em um perfeito lilás. O deus, ao não conseguir mais satisfazer seus propósitos, arrancou um galho da planta e com ela fez uma flauta e passou a tocá-la, como vingança.

A lilás é uma flor que já atraiu culturas de todos os tempos. Assim, na época da antiga Constantinopla, foi cultivada em numerosos jardins.

O perfume que emana dessa flor estimula e ativa a glândula pineal, reguladora de nossas emoções. Também está associada ao sexto chakra, denominado "terceiro olho".
Na magia é usada para o exorcismo, proteção, para fortalecer a memória e para favorecer uma sensação de paz e harmonia.. Já suas flores secas se pode colocar no interior de nossa casa para purificá-la.

LÍRIO (Lilium spp.)

O lírio plantado em nossos jardins afasta fantasmas e energias negativas. Protege-nos contra o "olho gordo" (inveja) e evita visitas indesejáveis.

O lírio é também um bom antídoto contra feitiços de amor e com esse propósito devemos oferecê-lo à pessoa suspeita do delito.

Plante lírio em teu jardim para atrair os seres feéricos nobres e serviçais, principalmente reis e rainhas.

Esse flor está diretamente associada as Deusas: Vênus, Juno, Nepthys e Kuan Yin.

MAÇÃ (Pyrus malus)

A maçã é símbolo de imortalidade, tanto para a mitologia celtas como para a mitologia grega. Muito usada em feitiços de amor há milhares de anos. Um feitiço para reforçar os laços amorosos, consiste em partir uma maçã pela metade e compartilhá-la com a pessoa amada.

Para cura, se corta a maçã em três pedaços e fricciona-se na parte afetada do corpo e depois deve enterrá-los.

Um costume muito antigo, consistia em colocar muito juntas, mas sem se tocarem três maças vermelhas sobre a porta de entrada da casa, para neutralizar a negatividade do lugar.

Há uma crença, que se puder descascar a maçã de uma só vez, quando a espiral cair ao solo ou sobre a mesa, pode-se conhecer o nome da pessoa amada, porque a casca revelará as iniciais de sua alma gêmea.

Os altares de Wicca se enchem de maçãs em Samhaim, já que essa era considerada como alimento dos mortos. Também em algumas tradições de Wicca, as maçãs são símbolo da alma e por isso, devem ser enterradas na noite de Samhaim, para que renascesse na primavera contribuindo como alimento para os meses frios do inverno (HN).

O suco da maçã pode substituir o vinho, quando for realizar um feitiço ou algum ritual. A sidra de maçã é utilizada em lugar do sangue, quando o encontramos em velhas receitas mágicas e, a própria fruta pode ser usada como figura mágica (bonecas) em feitiços.

O coração da maçã guarda cinco sementes e estas formam um pentagrama perfeito.

A madeira da macieira pode ser usada para fazer bastões, e utilizá-lo para realizar feitiços de amor.

A maçã está associada com as deidades: Vênus, Dionísio, Apolo, Hera, Atena, Afrodite, Diana, Zeus, Idunna.

MADRESILVA

O doce aroma dessa flor sagrada desperta teus sentidos e favorece a clarividência e as aventuras do Outro Mundo. Para ver os seres feéricos, faça coroas de madresilvas durante a Lua Cheia e coloque-as na cabeça, com as flores tocando tua face. Plante muitas madresilvas em torno de teu jardim, elas atrairão abelhas, os seres feéricos e muita riqueza.

MARGARIDA (Bellis perennis)

Bem-me-quer....Mal-me-quer! Quem já não arrancou as pétalas de uma margarida em meio a suspiros? Pois muitas são as lendas que já surgiram em torno dessa romântica flor que brota entre os meses de abril a outubro.

Segundo a mitologia romana, a ninfa Belides se transformou nessa delicada flor para fugir dos insistentes assédios de Vertumno, deus da vegetação e das árvores frutíferas. No tempo medieval, as damas adornavam suas cabeças com uma coroa de margaridas para "dar esperança", ao seu cavaleiro andante. Nos nossos dias, a margarida está associada com os apaixonados e serve de inspiração para os poetas.

Terapeuticamente, essa flor é usada no tratamento de problemas de artrite, para diminuir a dor de cabeça e é um excelente remédio expectorante.

Essa flor é símbolo da unidade. Em sua estrutura, o seu disco central, solar e luminoso e suas múltiplas pétalas, todas dirigidas para o centro, representa a unidade do corpo e espírito, a relação entre o terreno e o divino. A margarida é um pequeno sol que representa a vida e o amor indestrutível. Por ser uma flor bastante jovial e alegre, ela combate a tristeza, portanto é uma excelente companhia na recuperação de qualquer enfermidade. Se seu relacionamento está passando por uma pequena crise, se reina o desânimo, presenteie margaridas para quem ama. Terás então momentos de grande alegria.

As margaridas estão associadas ainda, as celebrações da primavera e do verão: decorar a casa na noite do verão, traz felicidade para o lar e atrai as fadas.

MENTA

Use menta em um travesseiro para sonhar com os seres feéricos alados do Ar. Espalhe menta e romero por tua casa para protegê-la e liberar o local de energias negativas. Beba chá de menta para expandir tua percepção, aumentar teu enfoque e fortalecer tua concentração

ORQUÍDEA (Orchis spp.)

A orquídea é considerada um poderoso afrodisíaco que encerra uma forte carga de mistério e erotismo. Foi ainda, uma fonte inspiradora de mitologias e símbolos em todos os tempos.

Segundo a mitologia grega, o jovem Orchis, que se encontrava no bosque, acompanhando o cortejo do deus Dionísio, apaixonou-se por uma das musas que o compunha. No intento de seduzi-la pela força, ela convocou todas as feras do bosque e ordenou que o matassem. Depois, ela arrependeu-se de sua impensada ação e implorou aos deuses que a perdoassem. Comovidos com sua súplica, transformaram o jovem nessa belíssima flor.

A mitologia alemã tinha a orquídea como símbolo de fecundidade e perfeição. Portanto, a margarida é símbolo de um amor muito apaixonado e irresistível e que possui também a propriedade de afastar o mal e curar a esterilidade.

A orquídea é o amor-símbolo mais conhecido do Ocidente.

PRIMAVERA, Prímula (officinalis)

Faça o invisível torna-se visível plantando uma prímula em seu jardim. Comer essa flor, deixa-nos ver as fadas.

As prímulas se denominam "Chave das Portas do Paraíso", pois são as primeiras a florescerem com a chegada dos primeiros raios de sol. Segundo numerosas lendas, essas flores são mágicas e consideradas as favoritas das fadas e das abelhas.Quando plantadas no jardim ou penduradas secas na porta de entrada da casa, atrairão a companhia das fadas. Possuem ainda, a faculdade de encher nossos corações de otimismo e alegria só pelo fato de contemplá-las.

ROMÃ (Punica granatum)

A romã é uma fruta revestida de muita magia que nos protege contra os maus espíritos. Varas da árvore de romã eram usadas pelas bruxas para controlar seus cavalos. Os druidas também usavam galhos para serem queimados para forçarem os espíritos a responderem suas perguntas.

A romã é considerada a fruta mágica da sorte, muito usada hoje nas festas de final de ano. É costume se fazer um desejo antes de comer-se cada uma de suas sementes (7 no total), para que esse possa obter a possibilidade de tornar-se realidade. Um pequeno galho a árvore pode encontrar riquezas ocultas e atrair dinheiro ao seu possuidor. Se preso sobre a entrada da casa a protegerá de todo o mal. O suco da romã substitui o sangue ou a tinta mágica nos rituais.

O chá preparado com a casca da fruta é usado em gargarejos para curar aftas. As folhas cozidas dão um excelente colírio para lavar olhos irritados. As flores em infusão pode ser usadas para aliviar cólicas intestinais e para combater inflamações na gengiva.

Usos mágicos: adivinhação, sorte,satisfação de desejos, riqueza e fertilidade. A casca da romã deve ser comida para aumento de fertilidade. Se for seca, pode ser adicionada aos incensos de atração de riquezas e dinheiro.

ROMERO (Rosemarinus officinalis)

Essa flor é cultivada nos jardins para atrair os Gnomos.Algumas folhas colocadas embaixo do travesseiro garantirá um sono tranqüilo, livre de pesadelos. O romero ao ser queimado como incenso, emite poderosas vibrações de limpeza e purificação e deve ser usado para limpar um local antes de se realizar um ritual de magia. Também, ramos secos devem ser colocados na entrada da casa, para impedir a entrada de ladrões.

Essa planta é muito usada na conservação da saúde. Deve-se confeccionar pequenos travesseiros de romero para melhor aproveitar-se suas propriedades curativas. Preparado como infusão, cura dores de cabeça crônicos e faz muito bem em ataques de asma. Utilizado como perfume, aumenta a auto-estima, facilita o sono, relaxa os nervos, eliminando o stress.

O romero é conhecido como "erva dos trovadores" e da essência de suas folhas se faz um remédio contra as chagas.

ROSA (Rosa spp.)

A rosa é a flor associada a Deusa Afrodite e sua origem mitológica conta a história de como a Deusa Cibeles criou a rosa, em represália a uma competição de beleza com a Deusa do amor Afrodite. Já, segundo uma lenda islâmica, a rosa branca nasceu do suor exalado por Mahoma, quando este subiu à montanha sagrada.

No cristianismo, a rosa teve um papel importante. A Virgem Maria era representada por uma rosa que simbolizava o mistério da vida. Os alquimistas acreditam que a rosa era o único ingrediente que compunha o elixir da eterna juventude. E, os cavaleiros da Tábua Redonda a essa flor como representação do Santo Graal.

A rosa é um grande atrativo de fadas. O perfume da rosa enche-nos de energia do amor e felicidade, acalmando qualquer tipo de disputa que houver em nossas casas.

Outorga paz, tranqüilidade e harmonia conjugal. Beba um chá de rosas parar ter sonhos adivinhatórios, ou para melhorar a beleza. Usados como incenso ou em encantamentos, para dormir, atrair amor e curar. Sonhar com rosas significa, sucesso no amor, fortuna.

As rosas são ainda afrodisíacas, já que atuam diretamente sobre o cérebro e os centros sexuais do corpo, sendo sua essência usada no combate da impotência psicológica. A rosa também incita a generosidade e o equilíbrio, pois atua balanceando as correntes energéticas sutis entre os chakras.

A delicadeza de suas pétalas e o arco-íris de cores que possui em cada uma de suas variedades contrastam com seus espinhos de seu talo.

Poderes mágicos: as vermelhas atraem o amor e as brancas são símbolo de reconciliação. Todas as demais, atraem a boa sorte e protegem os locais onde são cultivadas.

SÁLVIA (Salvia officinalis)

A sálvia provêm do latim, salvare (salvar), por suas propriedades curativas e é uma planta associada a longevidade. Sabe-se que existem exemplares dessa planta que vincula-se a uma determinada pessoa, florescendo e crescendo, segundo a sorte dessa.

A sálvia era a planta sagrada dos gregos. Já no século XVI se aspirava a sálvia para aumentar a capacidade de memorização e tonificação da mente. Essa erva culinária sempre foi venerada porque se atribui a qualidade de prolongar a vida. É símbolo de imortalidade, sabedoria e proteção. Usada também em encantamentos de cura e prosperidade. A sálvia nunca deve ser plantada sozinha, pois dizem que traz má sorte, por isso compartilhe seu espaço com outras plantas.

No folclore medieval era utilizada para acalmar as paixões ou desejos excessivos. É ainda utilizada para produzir o estado alterado de consciência. Conta-se que a sálvia era usada em cerimônias religiosas e curadoras pelos indígenas Mazatecas do México. Se suponha que a erva só se desenvolvia bem nos jardins dos sábios.

Como erva visionária, suas folhas devem ser mascadas ou fumadas e seus efeitos diferem dos de qualquer droga.

Há uma crença popular, afirmando que, se dormires sobre as folhas da sálvia por três noites e sonhares uma única vez com o que desejas, este se materializará. Caso o sonho não aconteça, deve-se enterrar as folhas. O aroma da erva quando penetra em um ambiente, cria uma barreira de proteção que neutraliza toda a negatividade do lugar. É usada também como calmante e no combate da depressão e do cansaço.

TOMILHO (Thymus vulgaris)

O tomilho é muito apreciado pelas fadas. Não deve ser plantada dentro de casa, pois dizem que atrai duendes e fadas travessas. Se queima suas flores para afastar todos os animais venenosos. Energético, seu aroma ajuda a melhorar a memória e é usado como um amuleto para conservar a saúde e a razão em situações de dor e angústia. Atrai a calma e o equilíbrio ao sexto e sétimo chakra.

Também se acredita que toda a mulher que usar as folhas do tomilho como adorno, se torna irresistível aos olhos dos homens. Para evitar pesadelos, deve-se dormir com um pouquinho dessa erva embaixo do travesseiro. Usado como incenso purificador, banhos mágicos de limpeza. Pode ser inalado para refrescar e renovar energia. Use para se defender contra negatividade. Traz inspiração e coragem.

TREVO DE QUATRO FOLHAS (Trifolium spp.)

Essa é uma planta consagrada às fadas, mas todo o tipo de trevo as atrai. Acredita-se que se ver uma fada, deve-se colocar sete grãos de trigo sobre um trevo de quatro folhas e, esperar...! O trevo de três folhas serve de amuleto, de quatro folhas, atrai riqueza e amor, o de cinco folhas é um poderoso atrativo de riquezas. Existe ainda o trevo branco que atrai a boa sorte. Era usado também, em antigos rituais para obter beleza e juventude. É considerado ainda, um amuleto contra enfermidades e para evitar o recrutamento militar.

Deve-se colocar um trevo de quatro folhas no interior de uma bolsinha de flanela vermelha, para atrair a boa sorte. Para afastar espíritos malignos, macera-se o trevo em vinagre durante três dias, colocando-o em seguida nos quatro cantos da casa.

VERBENA (Verbena officinalis)

Qualquer parte dessa planta pode tornar-se um amuleto pessoal. Salpicar sua infusão afugenta os maus espíritos. A verbena atua como pacificador e acalma emoções. É também curativa, atrai riquezas e nos protege contra encantamentos. Pode ser queimada para dissipar um amor não correspondido.

Essa era a erva sagrada dos Druidas e usada também pelos romanos em rituais de limpeza, nos incensos de purificação e nos banhos de proteção. Os antigos celtas, para se protegerem contra qualquer mal, salpicavam a casa com uma infusão feita com as folhas de verbena, e para atrair prosperidade e ajudar no crescimento das coisas, enterravam uma folha no terreno de sua propriedade. Para ter poderes mágicos, deve ser colhida em um momento que não possa ver-se nem sol nem lua e preferivelmente em noite de São João.

É muito bom tê-la em casa para evitar influências de pessoas negativas. Espalhe pelo altar e em torno do Círculo mágico para purificar teu espaço sagrado.

A verbena está associada com as deidades: Cerridwen, Marte, Vênus, Aradia, Ísis, Júpiter, Thor e Juno.

Usos mágicos: amor, proteção, purificação, paz e dinheiro.

VIOLETA (Viola tricolour)

Misture a violeta com lavanda para um adquirir um poderoso encantamento de amor. A compressa feita com violeta ajuda a curar a dor de cabeça. Se acredita que as violetas emitem vibrações terapêuticas que ajudam a nos proteger de todo o tipo de enfermidades.

Sonhar com violetas significa mudanças para melhor. Violetas absorvem feitiços do mal. A fragrância acalma e limpa a mente.

Se você deseja atrair as bençãos de fadas benignas, cultive violetas nos quatros cantos de sua casa. Faça uma coroa de violetas e use-a na Lua Cheia para ver as rainhas e os reis das fadas.

Pequenas, suaves, doces, assim são as ternas violetas. Contemplar um jardim das mesmas é uma paisagem maravilhosamente idílica, que nos faz sentir totalmente presos ao encanto e a sensibilidade que emana dessas flores.

Conta uma lenda que Adão, quando se deu conta do pecado que havia cometido ao deixar-se seduzir por Eva, chorou desconsoladamente, e o anjo, que acompanhou seus errantes passos para fora do Jardim do Éden, vendo seu sofrimento, transformou suas amargas lágrimas em preciosas violetas. Uma tradição medieval alemã comemorava a chegada da primavera com uma dança de boas-vindas em que atava em um mastro a primeira violeta encontrada.

Poderes mágicos: mágicos e feiticeiras utilizavam a violeta para afastar espíritos malignos e contra o "olho grande".

ÁRVORES PREFERIDAS DAS FADAS:

A macieira, a videira, o amieiro, o abrunheiro, a aveleira e o carvalho.

HORÓSCOPO DAS FLORES

Áries - cravo vermelho
Câncer - rosa branca
Libra - rosa cor-de-rosa, narciso
Capricórnio - flor-de-lótus
Touro - rosa cor-de-rosa
Leão - papoula, margarida
Virgem - crisântemo
Escorpião - crisântemo, copo-de-leite
Aquário - Estrelitzia
Gêmeos - crisântemo
Sagitário - hortênsia, amor-perfeito
Peixes - violeta, lívio-branco

CONSTRUA SEU JARDIM DE FADAS

As fadas não só cantam e dançam, mas também ajudam os homens do campo, são guardiãs dos bosques, dos rios, protegem os animais e plantas, acompanham os anciões e solitários, ajudam no trabalho da casa, socorrem os enfermos e ensinam os mistérios das plantas para ajudarem a humanidade.

Por tudo que mencionei, e muitas outras atividades e contribuições que nós ainda desconhecemos, esse povo pequeno merece um lugar de destaque em nossas vidas. Para homenageá-lo e também atrair suas bençãos para o nosso cotidiano, nada mais belo do que destinarmos um espaço para a construção de um pequeno templo para agradecer-lhes: um pequeno jardim de fadas.

As crianças, se houver na casa, podem participar desse projeto, pois esta é uma atividade que reunirá divertimento, criatividade, fantasia e aprendizagem.

Inicie determinando o espaço para a construção do jardim, depois colete tudo o que tem em casa e já não é de muita utilidade como: vários tipos de recipientes de plástico, cestinhas, vasinhos ou bacias rasas (podem servir de lagos), tampinhas de refrigerantes (para criar passarelas ou servir de banquinhos), glitter, brinquedos em miniatura, tudo pode ser útil. Em seguida, adquira pequenas plantinhas, mas verifique a lista abaixo as mais indicadas, e alguns musgos que adicionarão textura e beleza ao jardim. Não deixe de cultivar ervas como tomilho, sálvia, alecrim ou outra qualquer, pois além serem utilizadas como temperos caseiros acrescentarão um aroma especial ao espaço. Todas essas plantinhas podem ser encontradas hoje em supermercados, portanto bem próximo de você.

Depois de tudo escolhido e determinado, prepare o espaço reservado para executar o seu projeto. Cave um buraco o suficientemente fundo para enterrar uma rasa bacia plástica que se tornará um pequeno lago. Alinhe a terra em torno do laguinho e decore com pequenas pedras. Pode-se usar também uma fonte que além de enriquecer o local, o barulho da água é muito apreciado pelas fadas. Faça ainda pequenos móveis de pedras: mesinhas com as maiores e banquinhos com as menores, cercas diminutas com pedaços de madeira. Procure usar o máximo possível de materiais colhidos diretamente da natureza e deixe a criatividade fluir. Coloque também uma estatueta de fada, mas se não puder comprá-la de imediato, faça anéis com nove pedras ou pequenas réplicas de Stonehenge. Pode acrescentar, para complementar cogumelos de cerâmica, castelinhos, treliças, ponte cruzando o lago, etc. Não se esqueça de deixar pequenos presentes para amigas brilhantes como: pedaços de espelho, pedras coloridas e brilhantes, fitas com glitter.

Os meninos podem incrementar o jardim construindo um parque de dinossauros. As ervas, os musgos e plantas verdes podem ser usados para criar uma floresta, onde os dinossauros de brinquedo podem retornar de sua extinção. O jardim das fadas pode ser criado de acordo com a imaginação de cada um. O importante é criá-lo e mantê-lo, cuidando com carinho de suas plantinhas.




Então, está esperando o que para começar a criar o seu? Cultive a beleza de um mágico jardim das fadas. Não importa a estação do ano, ou se você dispõe de um grande ou pequeno espaço, pois será esse oásis espiritual que fará despertar em seu coração o amor pela natureza e, aliás, é o que mais precisamos neste mundo conflitante: aprender a preservar a vida natural. Os animais e os vegetais já possuem inerente o instinto de preservação e obedecem à lei da harmonia e equilíbrio, retirando do meio ambiente somente as energias necessárias à sua sobrevivência. Já o homem, que possui o livre arbítrio, é o único a causar o desequilíbrio à natureza, pelo uso abusivo de seus recursos, criando assim, sérias conseqüências para si e para todos os seres que habitam a terra. A riqueza desse planeta está em seus recursos naturais, que são patrimônio de todos os seres vivos. Já temos consciência do que poderá acontecer a ele se cientistas e governantes não desenvolverem uma visão ecológica do mundo.



"Se você fere, será ferido", essa é lei universal da "ação e reação", que nos explica que todo e qualquer fenômeno possui uma causa, ou seja, todas as mudanças acontecem segundo a lei de ligação entre a causa e o efeito. Portanto, causa e efeito participam do mesmo processo. Hoje, estamos sofrendo as conseqüências de nosso passado aqui nessa terra, mas não podemos nos esquecer que, ao mesmo tempo, somos os causadores de um futuro bem próximo. Ao ensinarmos nossos filhos a ter amor por todos os seres vivos e nós também, se aprendermos a respeitar e amar a nossa Mãe Terra, estamos construindo a esperança de um amanhã.

ALGUMAS FLORES PREFERIDAS PELAS FADAS:

Amor-perfeito, Crisântemo, Erva de São João, Margaridas, Tomilho, Lavanda, Rosas,
Petúnia, Prímula, Verbena, Violeta, Zinnia.

ATIVIDADES DAS FADAS

FADAS DA ÁGUA

CARACTERÍSTICAS COMUNS

No que se refere as características comuns que adotam esses espíritos femininos da natureza, tanto se são fadas encantadas como fadas da água, são muito similares:

*Todas são seres femininos e vinculados a natureza, sobre tudo ao mundo aquático, florestal e telúrico.

*Numerosas lendas as descrevem com cabelos dourados, os quais penteiam com pente de ouro.

*Tem voz muito sedutora.

*Seus olhos são de um verde muito profundo.

*Algumas parecem nuas e outras vestem túnicas brancas ou prateadas, providas de capas.

* Lavam meadas de lã cujos fios parecem ser de ouro, e fiam as ditas meadas com uma roca de ouro.

*Cuidam de galinhas e porcos que possuem o aspecto áureo.

* São encontradas na entrada de covas ou na margem das fontes.

*Gostam de dançar em corro.

*Possuem suntuosos palácios e reinos.

*São guardiãs de fabulosos tesouros de todo o tipo que estão encantados. Se alguém as liberta ou desencanta, essa riqueza passa ao libertador.

* Se apaixonam por mortais e, as vezes, se casam com eles.

*Roubam crianças e jovens humanos, trocando-os, as vezes, por réplicas.

*Cuidam do gado, sobre tudo de touros e vacas.

*Podem se transformar em animais ou em pessoas do sexo oposto.

*Podem proferir ameaças, profetizar desgraças e lançar maldições.

*Em muitas ocasiões, esses seres se apresentam na forma humana, porém com alguma deformidade: grandes seios (ijanas), pés de cabra ou de foca (lamias), cola de peixe (sereias), etc.

*Podem ser incapazes de aprender a contar.

*No dia e noite de São João é quando podem perder a invisibilidade e transformarem-se em belas e perfeitas mulheres. Também é o dia que se dá as condições favoráveis para serem desencantadas.

CONSTRUTORAS DE MEGALITOS

As maiores concentrações de megalitos estão nas zonas da Cornualha, Bretanha, Galícia e, em menos proporção, na Catalunha e na região vasco-navarra.

Na Península Ibérica, a maior acumulação de restos megalíticos encontra-se na zona montanhosa que se estende dos maciços do cabo Creus, serra da Roda e da Alvera. Sua idade oscila entre 6.000 a 3.500 anos. Todos eles estão a 150 Km da costa. É também surpreendente a quantidade de lendas que estão associadas a esses monumentos, sempre contando com a presença de seres mágicos com aparição de diversas entidades femininas.

Existe, crenças que atribuem, virtudes energéticas, curativas e que fossem pontos de sinalização de tesouros ocultos. Sua construção é atribuída a diversos personagens míticos, gigantes, anões, duendes, bruxas, lamias, fadas, e por essa razão, muitos monumentos receberam o nome de "Casas das Fadas", "Covas das Mouras", "Casas das Bruxas", etc.

O povo celta, atribuía a construção dos monumentos megalíticos aos filhos da Deusa Danann, os Tuatha de Danann (segundo a versão irlandesa). Para alguns historiadores, as primeiras invasões célticas na península Ibérica aconteceu no século IX a. C. Ao chegarem, em virtude de seus grandes conhecimentos, usavam essas construções como sinais astronômicos, sendo lugares para celebrar suas reuniões sagradas. Era através dos druidas, que se colocavam em contato com as entidades da natureza para obter todo o tipo de informação cosmotelúrica.

Existem algumas lendas que afirmam que são as fadas as responsáveis por essa obra colossal. Nos prados de Ribera, na Espanha, abundam grandes paredões construídos com enormes bloco aplainados de granito, que os aldeões atribuem as fadas, lugar onde seguramente já viveram em outros tempos.

MÚSICA E DANÇA

Todos sabem que as fadas gostam de música suave e melodiosa. Elas têm verdadeiro pavor de raios e odeiam ouvir sons de tambores e sinos, que possuem o poder de afugentar os malefícios. Mas, o que mais as aterroriza em relação aos sinos, não é tão somente o som, mas também por serem feitos totalmente de ferro, metal que as deixam apavoradas. As Fadas não possuem nada de ferro, em troca, usam ouro para confeccionar suas armas e utensílios domésticos.

As fadas têm instrumentos musicais com os quais acompanham suas canções, sendo os mais habituais, os de corda, como as harpas, os violinos, guitarras e outros menos conhecidos como o berimbau. Elas são aficionadas pela música e pela dança, que realizam principalmente na primavera, perto da meia noite, momento que se reúnem no cume das montanhas e dançam, as vezes freneticamente, quase toda a noite. Pelos famosos "anéis de fadas", se pode descobrir os mágicos enclaves onde tem lugar esses bailes e, possivelmente, a entrada de suas moradas.

O baile sempre se realiza em círculo ou em corro, porém dando-se as costas. Esse dado é confirmado pelo testemunho já realizado por algumas pessoas, que afirmam que as fadas cantam e dançam de mãos dadas, mas sem olharem-se se frente, mas sim com as costas voltadas para o interior do círculo. Os homens devem abster-se de participar de seus bailes, pois sua música e sua dança são de tal intensidade e embriaguez que os seres humanos são atraídos ao corro, mercê de um feitiço mágico que lhes impele a unir-se a elas, e podem chegar a morrer de esgotamento sem dar-se conta, pois uma vez que começam não podem parar. Só existe uma maneira de romper esse feitiço dançante, e és que seus amigos, fazendo uma cadeia humana, desde o exterior do círculo e agarrando-lhe pela roupa, puxem-no fortemente, deixando ao menos um pé fora.

O baile das fadas deve forçosamente terminar ao amanhecer, momento em que os primeiros raios de sol começam a despontar, e rapidamente se retiram aos seus belos palácios entre as rochas ou para o interior de uma fonte, cujas entradas cobrem as águas.

Quando dançam, as fadas o fazem em torno de um montão de rosas que logo são espalhadas pelas encruzilhadas dos caminhos.

ASPECTOS DAS FADAS

A imagem clássica das fadas é que são pequenas e lindas criaturas, de olhar fascinante, com longos e brilhantes cabelos, cuja beleza era louvada pelos poetas clássicos, desde Homero a Eurípides.

Possuem também, em alguns casos, uma certa capacidade de metamorfoses, porém geralmente aparecem com o mesmo aspecto. Podemos vê-las vestindo luxuosas roupas, sem desdenhar por isso o seu "traje de Eva", surgindo nuas entre as flores. Brilham com luz própria e algumas têm asas que lhe permitem voar, embora não as usem muito. Há ainda algumas, que usam um cajado mágico, que utilizam para lograr seus propósitos, o qual, na forma de uma varinha mágica, acabou associado para sempre a imagem das fadas em todo o âmbito mitológico do Ocidente.

Outra característica importante das fadas é a voz. Todo aquele que já teve oportunidade de ouvi-las, dizem que é doce e muito bonita, como um canto de pássaro. Já seus cabelos são loiros ou de castanho claro, brilhantes como o sol. Geralmente estão soltos sobre as costas, ou então tramados em tranças. A imagem mais reiterada nas lendas é de uma fada penteando continuamente seu cabelo com pente de ouro.

MODO DE VIDA E ATIVIDADES

As fadas possuem uma grande reputação, devido as suas diversas atividades. Seu mundo não é muito diferente do da humanidade. Entre elas há crianças e anciões e praticam toda a classe de negociações e ofícios: possuem gado, cães, armas, necessitando de comidas, roupas, sonhos e estão sujeitas a enfermidades que podem matá-las. Todas as pessoas que já conseguiram penetrar em seus reinos, encontraram lá, habitantes dedicados a ocupações similares a dos homens: há mulheres fiando, tecendo, moendo grãos, cozinhando, fazendo manteiga, etc., e homens dormindo, dançando, divertindo-se, ao sentados ao redor do fogo. As vezes, alguns residentes se ausentam em expedições ou excursões de prazer. As mulheres cantam enquanto trabalham.

As fadas possuem existência própria e independente, vivem sua vida em países subterrâneos ou subaquáticos, ou em ilhas encantadas no meio do mar. Cavalgam, celebram festas, organizam seus mercados ou feiras, praticam seus ofícios, fazem sapatos, trabalham em minas e só de vez em quando, nos encontramos com exemplos extraordinários de sua necessidade da humanidade.

As histórias mais freqüentes são os raptos de bebês humanos, deixando no lugar seus próprios filhos, mais fracos ou enfermos. Para esse caso, esbarramos no terreno das possibilidades, pois não sabemos ao certo as motivações que levam as fadas a proceder dessa maneira.

Há uma teoria que diz que as fadas são uma raça em franca decadência genética e por isso, suas visíveis manifestações são cada vez menores. Elas sentem fascinação pela vitalidade humana, motivo pelo qual foram impulsionadas a seqüestrar suas crianças, na tentativa de fortalecer sua raça com sangue novo. O sangue humano, portanto, parece necessário para repor as existências feéricas.

As fadas também se aproveitam da inteligência e da força dos seres humanos efetuando também seqüestro de parteiras, para que as ajudem nos difíceis partos "feéricos", ou para amamentar seus recém-nascidos que, geralmente, são fracos e doentes.

Há entretanto, uma outra teoria, que diz que a cada sete anos o diabo ou outra entidade maléfica exige um tributo de sangue do reino das fadas e só podem pagá-lo raptando um bebê humano.

Mas pergunta-se, o que deixam no lugar da criança? Ao que parece, existem várias versões, desde que deixam em seu lugar um velho elfo, ou uma criança raquítica, a qual morre em poucos dias e, há as que asseguram que é realmente um pedaço de madeira que, por encantamento especial, tem a aparência da criança roubada. O que se sabe, é que o bebê que é trocado pelas fadas sempre é muito pequeno e nunca obtêm um crescimento normal. Ao chegar aos vinte anos, terá a altura de dez, isso com sorte, pois geralmente são muito doentes e não alcançam essa idade.

Katharine Briggs em seu "Diccionario de Las Hadas", que há três tipos de "changelings", ou impostores:

1. Um pedaço de madeira, é o método que costumam usar na troca de pessoas adultas capturadas. Esse é o caso das amas de leite ou parteiras, representando a "cópia" exata da dita pessoa.

2. O enfermo bebê da fada, a quem o nutritivo leite da mãe humana pode dar-lhe a oportunidade de salvação. A fada ficaria com o bebê humano saudável.

3. A fada velha e enrugada que, cansada de sua vida, prefere ser alimentada e minada por uma mãe adotiva, transformando-se para ela em uma criança.

Ao que parece, as fadas querem que seus filhos fracos possam ter chance de sobreviver com o leite e os alimentos humanos, preferindo levar para seu mundo os belos e robustos bebês humanos para fortalecerem com seu sangue novo o País das Fadas. Mas tais permutas só são satisfatórias para as fadas e não para as mães humanas.

Na Grã-Bretanha, existem sortilégios e conjuros mágicos que pode-se se realizar para se descobrir se uma criança foi trocada pelas fadas. Um deles manda que se pegue uma dúzia de cascas de ovos, que devem ser colocadas em uma panela com água fervendo. Se a criança for um elfo, começará a falar (algo que não seria possível por causa da pouca idade) com expressões como essas:

-"Que estás preparando mamãe?" o

-"Estou a quinhentos anos no mundo e jamais vi um cozido de cascas antes!" . Isso é eficaz, pois quando os impostores são muito velhos, sempre acabam revelando a sua idade.

Na Escócia, o povo acredita que seus crescentes desejos de tocar gaita os delata.

COSTUME DAS FADAS

Desde tempo imemorial, o homem manteve relações ambivalentes com o Reino das Fadas, já sabemos que é indiscutível que o contato feérico pode ser benéfico, mas a mesma probabilidade existe de ser funesto.

Em todas as partes onde há crença sobre as fadas se é estabelecido sempre uma distinção entre as fadas boas e as fadas más.

A CORTE BENDITA

Esse á o nome dado a hoste das fadas bondosas. Menciona-se em primeiro lugar suas atividades puramente benévolas, tais como a doação de pão e sementes de trigo aos pobres e a ajuda que prestam aos seus preferidos. As fadas se mostram benéficas para todo aquele que lhe prestar um favor.

Uma história contada por Grant Stewart ilustra esse aspecto:

"Uma pobre mulher, deu a uma fada que lhe pediu uma certa quantidade de farinha. A farinha lhe foi devolvida e durante todo a inverno a lata de farinha da mulher nunca esteve vazia".

Entretanto, inclusive a Corte Bendita se vingava de qualquer ataque ou insulto. As pessoas que esvaziavam água suja em suas moradas subterrâneas eram advertidas lealmente, porém se não fizesse caso do aviso, sofriam um castigo, que podia consistir na perda de um ganho ou na destruição de sua casa. Outras ofensas recebiam um castigo adequado, porém os humanos não eram atacados cruelmente, como ocorria com a Corte Maldita.

A CORTE MALDITA

Os membros da Corte Bendita, podem ser terríveis quando ofendidos, porém a Corte Maldita, em nenhuma circunstância são favoráveis a humanidade.

A Corte Maldita compreende a "Sluagh", a hoste dos mortos que não tinham recebido sacramentos e flutuam sobre a terra, arrebatando os mortais indefesos trazendo-lhes muita desgraça. Há autores que os consideram como anjos caídos. Esses espíritos matam cachorros, gatos, ovelhas e vacas com seus infalíveis dardos venenosos.

Também eram atribuídas a essas fadas más outras indisposições humanas como o reumatismo, as cãibras e as contusões, como feitiços das fadas, como castigo por ser agido em seu desagrado.

A paralisia não era vista como uma enfermidade para o homem do campo, mas sim como uma prova de que uma "criança trocada" havia substituído a criança verdadeira. Já Bovet, se atribuía a paralisia a presença invisível de um "Mercado das Hadas". Um viajante noturno viu esse mercado em Blackdown, Somerset, e chegou com seu cavalo para vê-los mais de perto. Quando aproximou-se dele, o mercado desapareceu, porém o cavaleiro sentiu um pressão em todo o corpo, e quando a pressão passou, sentiu um entumecimento, em todo um lado do corpo e ficou paralisado para o resto de sua vida.

A paralisia infantil, a cólera, a tuberculose, deformidades em geral e muitas outras doenças, segundo a crença popular da época, eram produzidas pelos ataques dos elfos. Ao que parece, Shakesapeare aprovava esse crença pois dizia:

"Tu, marcado pelos elfos, porco devastador e deforme..."

Entre outros conhecidos embaraços causados pelos seres fantásticos figura o desaparecimento de objetos no interior de nossas casas.

Existe inclusive um gênero de duende, chamado de Alp-Luachra pelos irlandeses que foi apelidado de "Comensal", que permanece sentado e invisível junto de sua vítima e comparte com ele seus alimentos, nutrindo-se da essência ou quintaessencia do que o homem come, por isso que esse segue magro como uma graça, não obstante seu apetite devorador.

William Hendersom em suas "Notes on Folk-Lore of the Northen Counties of England and the Borders" (1879), também nos conta como o "Kow" adorava perturbar a vida no campo, pois se dizia que imitava constantemente a voz dos apaixonados das moças e assustar os que a noite iam passear.

FADAS SOLITÁRIAS

Por regra geral, as fadas solitárias são seres malignos. Uma exceção é o "Brownie" e suas variantes, embora haja alguns grupos familiares entre os bownies, Meg Moulach com seu filho Borwnie-Clod são bem sinistros.

As fadas solitárias, a maioria das vezes, aparecem vestidas da cor vermelha, enquanto que as que vivem em grupos chegam de verde.

A lista das fadas solitárias inclui o Lepracaun, outro exemplo de espírito separado da humanidade.

A estreita ligação do Mundo das Fadas com as plantas, é explicado através das pragas que as vezes destroem uma colheita inteira. É bem provável que essas devastações sejam castigo de alguma transgressão humana.

MORALIDADE DAS FADAS

A atitude das fadas em relação aos humanos têm uma inclinação extremamente moralista. Contam que, no que a elas se refere, ditam elevadas normas de ordem para os lares humanos a serem visitados, enquanto que proíbem a existência dos olhos humanos quando o fazem. Elas castigam todo e qualquer intento de espiá-las ou qualquer tipo de violação de sua intimidade.

As fadas gostam de seres humanos alegres e generosos e sentem especial simpatia pelos apaixonados. A falta de generosidade, rudez e o egoísmo, desagradam muito as fadas populares. Também lhes desagradam os indivíduos sombrios.

As fadas da colina Irlandesa amam com paixão a beleza e o luxo e sentem absoluto deprecio pela avareza e a economia. Em suas "Leyendas antigas de Irlanda", Lady Wilde abomina abomina de mão fechada e pão-duro todo aquele que recolhe até o último grão e arranca até a última fruta da árvore, sem deixar nada para os espíritos que vagam à luz da lua.

Um dos traços mais notáveis das fadas é seu grande interesse pela limpeza e costumes ordenados. Esperam encontrar as chaminés que visitam bem varridas, um bom fogo, água clara e fresca para beber e banhar seus bebês, leite, pão e queijo.

A honradez e o cumprimento das promessas, são sempre motivo de respeito, assim como a formalidade e a bondade são recompensados com a boa sorte. Chambers nos conta em seu "Ppular Rhymes of Scotland", a história do "O Senhor de Colzean":

"Um dia o Senhor de Colzean Castle se dirigia para sua casa quando lhe acercou um homem com uma pequena vasilha pedindo um pouco de cerveja para sua mãe anciã, que estava enferma. O Senhor chamou seu mordomo e ordenou que enchesse a vasilha até as bordas. O empregado assim fez, porém esvaziou todo um barril e a vasilha encheu até a metade. O mordomo perplexo, mandou perguntar o que devia fazer. O Senhor disse:

-"Prometi encher a vasilha e a encherei, mesmo que para tanto tenha seja necessário toda a cerveja de minha bodega."

Sendo, assim, o mordomo abriu outro barril e só com uma gota a vasilha ficou cheia. O pobre homem agradeceu e desapareceu.

Anos mais tarde, o Senhor foi lutar nos Países Baixos e foi feito prisioneiro. Estava na prisão quando uma porta se abriu e apareceu um ser feérico, que o transportou até seu castelo."

Entretanto, todo aquele que recebe as graças das fadas, não deve falar delas, já que seu protocolo exige segredo. Por mais estranho que pareça, a conduta que se deve seguir para manter as relações amistosas com as "boas vizinhas", não só proíbe que se revele a ajuda ou os dons a outros mortais, senão também toda a expressão de agradecimento.

Um dos contos mais correntes dos tempos isabelinos até hoje é o dos mortais agraciados pelas fadas, que receberam dinheiro dessas, prometendo não revelar sua origem. Uma história dessas está registrada nos arquivos da "School of Ascottish Studies", como "Dinheiro feérico" e conta também Seán O'Súilleabhaín em "Folktales of Ireland". A intimidade das fadas deve ser respeitada inclusive pelos transeuntes. Em Ulster, o povo evita os caminhos feéricos, especialmente nos primeiros dias do trimestre, que são os dias em que fadas costumam mudar-se.

O regozijo, a alegria, a música, a dança e o bom companheirismo são coisas agradáveis para as fadas que podemos chamar de Corte Bendita.

Acredito nas fadas, não porque as tenha visto, mas porque elas são muito necessárias para que o mundo não se perca no pragmatismo e no cotidiano, que lentamente mata nossas fantasias e ilusões. São as fadas que nos fazem descobrir que também temos alma e ela faz parte de uma alma universal e ainda, nos fazem recordar que somos algo mais do que simplesmente máquinas de produzir e consumir.

Fonte: sonhodefada.spaceblog.com.br

DESCUBRA SUA FADA MADRINHA

Toda fada madrinha deseja o melhor para o seu eleito, mas para receber seus dons, se faz necessário conhecê-la e ouvi-la...

Saiba qual é sua fada madrinha e o que ela tem para lhe dizer:

MÊS: JANEIRO

FADA DA ALEGRIA: ABLOOM

Abloom é uma fada de uma pequena ilha que situa-se ao Norte da Europa, dotada de muita alegria, que gosta de cantar. Para inspirar-se, escuta as vozes dos arroios, quando os raios de Sol, brincando sobre a água, criam matizes de luz que se assemelham à dança de notas de uma partitura musical.

MENSAGEM: "Quando estão tristes, os seres humanos se parecem um pouco à uma flor que não consegue abrir-se...

Gostaria de ajudar-te a encontrar a entrada que conduz ao mais exuberante dos jardins onde te espera um precioso dom e no qual, milhares e milhares de flores se abrem felizes à luz do Sol.

Teu coração é o jardim do qual estamos falando e as flores são tuas infinitas possibilidades, teus inesperados talentos, tua graça, tua espontaneidade. E o Sol é a Luz do Espírito que as alimenta e para que se abrem estas, oferecendo-lhe toda a sua beleza.

Deste Sol é de onde deve brotar o Amor: a mais apreciada flor, a mais rara e bela de todas; o precioso dom que te espera, a palavra mágica que conhece a linguagem da Criação e se funde com a Alma".

Essa fada nos diz que muitas vezes nos parecemos muito com uma flor, que fechados dentro de nós mesmos, nos afastamos do mundo. Quando você estiver desanimado (a), observe uma flor. Para ela manifestar toda a sua beleza, deve abrir-se à luz. Teu coração deve também abandonar-se à essa luz com a finalidade de converter-se em um Sol capaz de irradiar Amor, Grandeza, Poder e Felicidade.

MÊS: FEVEREIRO

FADA DO AMOR: STREAM

Muitas vezes, ao passarmos perto de cursos de água, é possível perceber um maravilhoso som que parece sair da própria água. Um som líquido que parece ser composto de ar e cores que imita o badalar de um sino de cristal. Esse som é produzido por pequenas fadas de aspecto extremamente etéreo e delicado, adornadas por uma bela luz azul-esverdeada.

A energia dessas fadas é a do amor incondicional e oferecem esse dom a todos os seus afilhados.

MENSAGEM: "A ti, quero oferecer-te como dom o perfume do amor. Amor que acolherá tuas lágrimas como o vale acolhe os rios que o enchem de vida. Não existe um só espaço em ti que permanecerá vazio quando deixar que o amor possa fluir livremente. Não deixe, portanto, que tuas lágrimas criem sulcos em teu coração, faz que se transformem em fértil água para teu jardim, de modo que cada flor possa abrir-se com um sorriso".

Essa é a fada que te ajudará para que possas transformar alguns momentos de angústia e tristeza em alegrias para que possas curar um pouco tuas feridas e assim poder ajudar mais à outros seres. Ela concede aos seus eleitos o dom de serem os guias de pessoas mais jovens e confia-lhes a tarefa de ensinar que o mais importante é cultivar o jardim do coração.

MÊS: MARÇO

FADA DA BELEZA: HINDIN

São fadas que vivem à margem dos rios em meio há mata rasteira. Um pouco antes do amanhecer, gostam de pousar suavemente sobre o véu da água salgada. Mas há quem já as tenha visto, passeando pelas areias desertas e dançando para saudar a chegada de um novo dia.

MENSAGEM: "Se quiseres, poderei levar-te pela mão até a beleza e, se assim o desejares, abre teus olhos cada vez que duvidares... As vezes, a beleza passa inadvertida e se perde entre o pó da percepção superficial e descuidada que acompanha a vida cotidiana.

Com freqüência, os homens não estão capacitados para poder captar a beleza em toda a perfeição de sua expressão porque a interpretam de acordo com seu estado de ânimo, instáveis e volúveis, desses sentimentos."

Essa fada ensina que a verdadeira beleza está além do que sua habitual definição e não pode ser percebida com os sentidos comuns. Ela vai muito além da forma porque é a expressão divina que se manifesta no Amor.

Seus afilhados são presenteados com maior capacidade de percebê-la, muito embora, esses instantes sejam muito breves.

MÊS: ABRIL

FADA: SANTAL

O nome dessa fada evoca a penetrante fragrância de sândalo. Ela vive em pequenos e rasos lagos (estanques) com muito vegetação à sua volta. Bem no alto, os ramos deixam passar os raios de Sol que, ao roçar a superfície da água, criam imagens de sua ilusória profundidade.

MENSAGEM: "Gostaria de te presentear com um pequeno raio de luz. Para teu olhos, esse pode ser como um raio de Sol que, de repente, penetra no denso e escuro espelho de um estanque e ilumina o seu fundo, revelando assim o reino escondido e maravilhoso na qual dança a Vida que, as vezes, se manifesta tão silenciosa como se estivesse muito longe de nossos pensamentos...

No entanto, o mais solitário dos desertos, na menor gota da chuva e nos lugares mais esquecidos pelo homem, bate e agita o mesmo alento que há em ti. Muito além dos nossos olhos, mais além do que nosso olfato, mais além do que nossos sentidos, devemos aprender a sentir e a amar".

Essa fada nos ensina a nunca fazer um juízo prévio das pessoas e sim lhes proporcionar a oportunidade e o tempo necessário para conhecê-la. Fazer juízo de algo ou alguém, nos impede de captar as mensagens ocultas, as sutis matizes que tão somente se revelam quando nossa mente, se atreve a atravessar os confins das aparências. É aventurando-se e indo ao fundo das coisas que poderemos perceber a essência e descobrir o batimento do Amor que palpita em nosso coração.

MÊS: MAIO

FADA DOS RELACIONAMENTOS: SILESIA

Essas fadas costumam reunir-se em grupos mais ou menos numerosos, não possuem residência fixa e vivem em lugares onde haja uma grande quantidade de vegetação.

Elas se movem muito rapidamente de um lado para outro, e tratam os seres humano com muita doçura e delicadeza.

MENSAGEM: "Minha missão é mostrar-te tuas raízes, como se tu fosse uma pequena planta, entretanto, indecisa e confusa, e te ensinar à dirigir-te à elas.

É nas suas próprias raízes onde a planta pode encontrar a força que necessita para desenvolver-se, assim como o apoio e o alimento que precisa, para transformar-se e depois elevar-se com segurança até o céu, recebendo então, outro tipo de energia que, através do Sol, descerá até seus ramos e folhas.

Porém, para que aconteça essa transformação, deve existir um fluxo contínuo e se permitir sua transformação para que possa se converter em flores e frutos, podendo assim, saciar o apetite dos pássaros."

Essa fada nos ensina que seja qual for o tipo de relação que se trate, uma amizade, uma amor, sempre deverás se perguntar se está seguindo o fluxo de "dar e receber". O Amor e a Luz são teus alimentos e são teus frutos: são com eles que podes aprender a receber e também a dar.

Que a luz do Amor ilumine teus caminhos!

MÊS: JUNHO

FADA DA PUREZA DE CORAÇÃO: LILY

É a fada que habita os céus que se encontram nas frias e pálidas regiões do norte.

Uma lenda conta que, no início dos tempos, uma pequena e solitária montanha, entre as brancas nuvens do céu sonhou...E, em seus sonhos apareceram terras desconhecidas e cheias de cor, onde a vida se manifestava em mil aspectos distintos. Mas ao acordar, percebeu que tudo ainda permanecia frio e branco em torno dela. Entretanto, deu-se conta, que uma nova sensação reconfortava seu coração e que agora, podia ouvir sons. Sentiu então, que ela também estava viva e o silêncio de outrora já não lhe pareceu tão grande, porque já não havia solidão nele.

Foi através desse conhecimento que nasceram as fadas como Lyli.

MENSAGEM: "Minha missão consiste em te ajudar quando sentes chegar esse frio que gela teu coração...Minha voz modulará notas doces e minhas palavras brilharão para ti como cristais de neve; meu canto se mostrará cheio de amor com teu sonho solitário... Nenhum lugar é excluído pelo coração da terra. No suave calor de seu seio não existe o céu nem a solidão para nenhuma de suas criaturas.

Tudo é manifestação da Vida que a Mãe acolhe com amor entre seus braços e nenhum de seus filhos é ignorado".

Essa fada lhe diz para ter confiança na vida e abandonar por um instante qualquer tipo de resistência: esse sentimento de rebelião que impede a entrada ao teu coração.

Deixe passar o olhar da alma através do véu que a oculta; os olhos da alma brilham através da chama que derrete qualquer indiferença e qualquer temor provocado pelo frio.

MÊS: JULHO

FADA DOS SONHOS: WICKET

Ela nasce da água que se separa da terra, transformando-se em minúsculas gotinhas de vapor que se reúnem ao céu formando as nuvens.

Há fadas que vivem nas nuvens, onde muitas vezes se perdem as fantasias dos homens. Quando as nuvens estão inchadas de fantasias perdidas, as pequenas fadas se divertem modelando-as com mil formas.

MENSAGEM: "Muitas vezes, as imagens de teus pensamentos te arrastam com eles até fantásticos e longínquos mundos. Na intenção de seguir as visões desses mundos, tua fantasia se perde entre nuvens que a transportam nessa bela viagem de transformação... Meu trabalho consiste em te mostrar o caminho de volta, quando teu pés, com demasiada freqüência empreendem o vôo, disposto a se despregar da terra. Deves trazer para a realidade as maravilhosas coisas que teus olhos sonhadores vem "lá em cima" pois esse brilho são as imagens dos sonhos de teus talentos e são os dons que a vida reserva para ti".

Essa fada das nuvens nos ensina, que nossa vida, como a gota da água, que vai da terra até o céu e, depois, de novo até a terra, mostrando os diversos aspectos de seu caminho entre os elementos, enriquece com essa experiência que ela transporta consigo. Isso é o que nos podem ensinar as nuvens. Através das formas que adotam te revelam mensagens, mostrando à tua alma pequenos sinais para interpretar. Portanto, não feches essa porta e siga caminhando alegremente sobre a terra que te acolhe.

MÊS: AGOSTO

FADA DA LUZ: TWINKLE

Onde quer que exista luz à noite, essas fadas dançam em torno de seu mágico círculo luminoso ao som da música das estrelas.

Desde que o homem passou a caminhar sobre a terra, as estrelas falam com eles, sempre revelando o caminho a seguir. Os seres humanos sempre tiveram grande consideração com elas, atribuindo-lhes oráculos para o seu destino e nomeando-as. As vezes, no entanto, não compreendem que os seres humanos levantem seu olhar até o céu em busca de uma resposta...

MENSAGEM: "Meu trabalho consiste em iluminar teu caminho quando a escuridão, que as vezes aparece de forma inesperada, te obriga e deter-te...Já esqueceu que, se levantares os olhos, podes vislumbrar a tênue e resplandecente claridade das estrelas? A estrela que está escondida na infinidade do céu de teu coração sussurra a resposta à tua pergunta...Por isso não deves temer ao vazio, pois ele é um local no qual, de vez em quando, se encerra tua alma para meditar e preparar-se para...dar o passo seguinte.

Não temas, pois o vazio leva ao resplendor de uma estrela e, seja onde estiver rodeado (a) de escuridão, poderá buscá-la.

Esse é o dom especial que reservo para ti: uma gotinha de que descerá do céu e se deslizará até a palma de tua mão. Agarrá-a com força e não deixe essa gotinha escapar, pois ela sempre indicará o caminho e iluminará o mais profundo dos vazios."

Essa fada nos lembra que jamais devemos nos sentir abandonados, pois sempre existirão seres luminosos que velam por nós, protegendo-nos e esperando um simples olhar clamando por ajuda. Porém, somos nós que devemos pedir o auxílio, pois nosso pedido é um gesto de humildade, um reconhecimento de que estamos andando "às cegas" por um vazio e que nossos olhos nada podem ver com essa escuridão. E, sabemos que não podemos alcançar o objetivo de nossa "viagem" sem uma ...pequeninha luz que nos indique o caminho.

MÊS: SETEMBRO

FADA DA INTUIÇÃO: LAZULI

Lazuli é uma fada azul como o lápis lazúli, pedra da qual toma seu nome. No Antigo Egito, essa pedra era considerada como um mensageiro divino e um grande purificador.

O canto dessa fada se parece com o murmúrio da água e gosta de habitar as cascatas. Talvez a origem dessa fada remonte à época em que as Grandes Águas recobriram toda a Terra, se retirando formando os oceanos, deixando no entanto o testemunho de sua presença oculta atrás do coração de suas montanhas.

MENSAGEM: "Meu trabalho consiste em conduzir-te aos umbrais da mente onde reside a percepção e empurrar-te suavemente pelo azul desse universo sutil, até o oceano da intuição, muito além de tuas ilusões, na tranqüila e serena viagem da mente que se une ao coração.

Para que eu possa levar-te, escute minha voz que funde-se com o canto da água que desliza suavemente e cai em forma de alegres cascatas."

Essa fada diz que em busca da perfeição podemos nos tornar excessivamente diligentes e concentrados em nós mesmos, não permitindo que a intuição nos interpenetre e conseqüentemente, não consentindo o acesso há umas formas de percepção muito mais sutis sobre a "substância" das coisas. É a fada Lazuli que fará essa conexão espiritual que necessitas para ver o mundo como outros olhos.

MÊS: OUTUBRO

FADA DA SERENIDADE: SERENE

Essa fada pertence a uma família de fadas criadas no início dos tempos pelos raios da Lua. Quando há Lua Cheia, as fadas descem à Terra, deslizando sobre um raio de luz prateada. Elas voam ligeiras sobre os bosques e os campos, com um leve bater de asas. Elas adoram banharem-se nas águas limpas dos arroios, que sempre as acolhem de bom grado e, quando ficam cansadas caem sobre a úmida vegetação para descansar...

MENSAGEM: "Quando a Lua, já alta no céu e a noite se fecha profundamente, de meu coração nasce uma doce canção que se perde pelo céu. Transportado pelos raios da Lua, meu canto comove as coisas onde quer que elas estejam e chegam até onde dormem os seres humanos....e penetrando através das janelas, ilumina os rostos abandonados no sonho, ignorantes de que um canto cheio de luz está falando com suas almas.. Meu canto te leva a inspiração, a resposta que faltava à pergunta. E tua alma, já desperta, escuta as palavras do canto e sorri, porque, agora, podes conhecer a solução".

Essa fada diz que ao despertar uma manhã, te darás conta com alegria que um problema que tinhas foi solucionado durante o sono. Em realidade, teu corpo dorme, mas tua "parte sutil" (alma) pode muitas vezes ler a solução que está escrita nas estrelas, chegando até à ti através de sonhos ou através de mensagens que ficam gravadas em teu inconsciente, disposta a surgir no momento adequado, ou sob a forma de intuição. Por isso, deves compreender que a maioria das vezes as respostas que buscas já estão dentro de ti.

MÊS: NOVEMBRO

FADA DA INTUIÇÃO: SEAWEED

Seaweed é uma "nereida", um dos Espíritos do Mar, que atualmente sua tarefa consiste em ajudar todos aqueles seres humanos que viajam perdidos em tempestades...Quando ao olharmos para o mar, nos sentimos transportados para muito longe, sentindo nascer em nós uma eufórica sensação de liberdade e, quando mexidos pelo som das ondas, deixamos vagar nossos pensamentos, Seaweed sussurra à nossos ouvidos palavras esquecidas.

MENSAGEM: "Eu posso ensinar-te a respiração do mar. Não sentes como o contínuo o fluxo e o refluxo se parece com a respiração? Tua respiração, igual a do mar, é como um ir e vir, um dar e receber, é transformação e é criação. Os tesouros que o mar oculta entre suas profundas águas são méritos de sua respiração... E há muitos tesouros submersos que vivem nas profundezas de teu ser que são...tudo o que tu és.

Confia em tua percepção. A única coisa que deves fazer é reconhecer teus talentos, sem confiar aos demais o juízo de tuas qualidades. Resulta tão fácil respirar como oferecer teus dons... Não podemos conter para sempre a respiração encerrada dentro de nós, assim como o mar também não deixar que as ondas se detenham na metade do caminho."

Essa fada nos diz que é chegado o momento que devemos deixar abrir-se às portas da intuição, esse mágico instante de conexão com o próprio "Eu". Todo o universo segue o ritmo dançante da respiração, nada é excluído. E tu, com tua respiração, reproduzes esse universo, vives essa criação e crias universos à tua volta. Acolhe o segredo da onda que levantas, inspirando e expirando, e se funde de novo ao mar....

MÊS: DEZEMBRO

FADA DA ALEGRIA: WHISPER

Durante as mornas noites de primavera, no campo, a claridade do céu anuncia a saída da Lua sobre o horizonte, se fores afortunado e prestar muita atenção, pode acontecer que verás um pequeno ponto de luz que levanta ante teus olhos.

É Whisper que chega brincando com o vento da noite. Sua contínua correria e suas voltas no ar criam aqui e ali improvisados redemoinhos que, de repente, se dispersam e deixam para trás de si o eco de suas risadas...

MENSAGEM: "Meu trabalho consiste em despertar teu coração de criança sussurrando-te doces canções quando estiver profundamente imerso(a) em teus sonhos. Te mostrarei um mundo de incrível beleza onde todas as criaturas falam a mesma linguagem. Lá todos podem se compreender e não existe mais separações... Esse é o mundo do sonhos que já conhecestes quando era menino (a), quando sorrias em teus sonhos e sabias falar com os animais, com as flores, com as árvores, com a Lua e com as estrelas, através de um diálogo silencioso que unia tudo e a todos.

Agora podes voltar a encontrar essa união se souberes despertar o coração de menino(a) que permaneceu dentro de ti, muito embora o tempo tenha passado e já não escutes o sussurro das coisas...O singelo coração infantil tão "especial", que conhecia o segredo, o ponto de união entre todas as criaturas, a palavra mágica que conhece a essência de todas as coisas: a linguagem do Amor Universal". E, através da recordação dessa linguagem, voltarás a te encontrar com o menino(a) que vivia imerso na Vida, que recolhia seu perfume, desfrutava de seu sabor e corria sereno e confiante até o amanhecer".

Essa sábia fada nos mostra que entre os homens pode haver situações que os frustrem por não falarem todos mesmo idioma, porém são muito mais profundas as separações que existem entre eles, assim como aquelas que tem lugar entre os homens e o Mundo. O Amor Universal é a magia que os liberta de todos esses limites, pois os fazem compreender que muito além da necessidade das palavras, pode existir um breve abraço, um aperto de mão ou um largo sorriso. Esse é o "idioma" que todas as criaturas conhecem e desconhece barreiras culturais.

FADA MADRINHA



As fadas estão sempre associadas ao mistério do parto e do nascimento. São, antes de tudo, "Madrinhas", que distribuem dons sobre o berço dos recém-nascidos e profetizam sua futura carreira.

A Lenda de São Armentário", composta até o ano de 1300 por um tal Raymond, gentil homem de Provenza, conta que as mulheres com dores de parto iam fazer sacrifícios sobre uma pedra sagrada chamada de "Lança da Fada" em honra a fada Esterélle, que deu se nome ao maciço de pinheiro que se encontra nas cercanias de Cannes, no interior, e onde mais tarde se construiu o monastério de Notre-Dame-de-l'Estérel.

As fadas madrinhas são as benfeitoras dos homens. Quando aparecem ante sua vista é geralmente para satisfazer seus desejos ou para dar algum presente.

Porém seus dons são as vezes paradoxos. À primeira vista parecem desdenháveis: só depois de um certo tempo revelam seu valor verdadeiro.

O doutor Roger Mignot, segundo Éduard Brasey, faz referência à um relato que põe em cena um desses dons ambíguos:

"Uma fada leva o avental de um jovem com algo que não deve ver absolutamente até chegar a sua casa. Cheia de curiosidade, a mulher olha e se dá conta com surpresa que transporta pedaços de carvão. Os atira no chão, salvo dois, que conserva. Uma vez em casa, os pedaços de carvão se transformam em pedras preciosas. Quando regressa para intentar encontrar os outros pedaços, vê que haviam desaparecido."

Em uma pequena aglomeração de Rouge-Vie, junto a Champagney, em Haute-Saône (FR), se conta que antigamente doze fadas tinham o costume de ficarem até de madrugada envolvidas com suas rocas. Um dia foram convidadas para uma boda e levaram como presente uns ramos de abeto, que ofereceram à noiva e suas amigas. Essas últimas, colocaram o presente fora, sem interesse por ele. Porém, a jovem esposa conservou-o, e o fez bem, pois na manhã seguinte teve a surpresa de descobrir que o simples ramo de abeto havia se transformado em um ramo de ouro".

O doutor Delogne, ainda segundo Éduard Brase, colheu o depoimento de alguns camponeses que afirmam terem encontrado fadas. Cita especialmente o relato de um tal de Jean-Baptiste Duseur, que tinha 89 anos de idade em 1913. Esse contou que:

"uma parteira de Vresse havia ajudado uma fada a dar à luz. Como pagamento único de seus serviços, recebeu espigas de milho. Porém, ao voltar para casa, a parteira comprovou que as espigas haviam se transformado em ouro".

Em seu livro titulado "Science of Fairy Tales", um autor inglês chamado Hartland propõe uma explicação:

"O dom de um objeto aparentemente sem valor que se transforma, observada as recomendações, em um objeto de maior valor possível é comumente utilizado nas transações das fadas. É uma das manifestações mais evidentes do poder sobre-humano".

Aqui encontramos sobretudo uma ilustração do saber velado que dispensam as fadas a seus protegidos. Se oferecem demasiadamente fácil seus tesouros, não haveria nenhum mérito no feito de aceitá-lo. Qualquer um poderia enriquecer sem dificuldade.

Na realidade, os eleitos pelas fadas sabem que suas madrinhas exigem deles discernimento e perseverança. O carvão que lhes oferecem leva dentro de si um embrião de ouro, como as trevas contém o germem da luz, porém, o ser humano deve saber reconhecê-lo e extraÍ-lo.

Os dons das fadas sempre vão acompanhados de certa sabedoria.

O VIVER E PENSAR MÁGICO

Para a maioria dos adultos, as fadas e suas fábulas não são mais do que uma recordação da infância, mas que, em segredo, muitos desejariam que fosse sua própria vida, já que com magia poderiam resolver qualquer problema.

Porém hoje, a Magia consiste em redescobrir as coisas que estão à nossa volta, em reencontrar outras e através do contato com elas, ampliar nossas possibilidades, elevando nossa consciência e aprofundando nosso conhecimento interior.

Não se trata de voltar ao paraíso da infância perdida, nem deixar-se levar por fabulosas fantasias, mas sim utilizar a fantasia como veículo dessa "viagem" para voltar a encontrar a espontaneidade, a pureza, a sinceridade que vem do coração e que permite nos reconciliarmos com a Natureza. Uma Natureza, vista não só como um conjunto que nos rodeia, mas sim como uma corrente de energia com a que nos compenetramos e da qual também fazemos parte. Uma relação de harmonia com a Natureza, nos permitirá desenvolvermos um merecido amor por nós mesmos e também nos permitirá entrar realmente em contato com os demais.

A nossa Terra Mãe, está tentando desesperadamente poder nos falar e nos induzir a transcender o pensamento ordinário com que construímos nossa existência e, em conseqüência, também o modo como percebemos a vida de todas as coisas.

Desenvolvendo uma maior atenção ao Mundo que nos rodeia, lograremos despertar nossos sentidos para poder reconhecer o divino que vive em nós e em todas as coisas; o Espírito que de igual forma permeia a todos e cada um dos átomos do Universo, também a menor entidade visível à nossos olhos. Só assim seremos capazes de entrar em relação com a realidade para poder descobrir, com uma renovada e recuperada sensibilidade, as necessidade dos demais.

No fundo, a Magia é a Vida mesma, ou se converte nela a partir do momento em que reconhecemos a "misteriosa alquimia", aquela que crê na harmonia e nos acolhe na sua Unidade, como células de um só corpo.

O Pensamento Mágico, portanto, consiste em saber reconhecer no outro a mesma importância com respeito à composição da Obra Divina e empreender, em conseqüência, a relação com o divino através do encontro profundo com sua Criação; com a Terra, com o Céu, com a Natureza e com os Seres Encantados, que esperam que se amplie nossa visão para entrar em contato conosco.

Ainda bem que hoje, já não se considera tão "terrível", nem simplesmente "loucura", falar de Devas, de Espíritos da Natureza e de outros seres encantados. Ao nível de consciência das pessoas está mudando ao mesmo tempo que tem lugar uma transformação nos modelos sociais e religiosos e aqueles que uma vez foram símbolos empoeirados pelos séculos da história, agora voltam a resplandecer unindo-se a "trama sem fim" que cita a voz de antigas culturas. E, entre essas vozes, é possível chegar a escutar o riso e o canto das Deusas, da Natureza, dos Irmãos de Luz, dos Seres Encantados: o canto dos Tuatha de Danann, o povo do Sidhe que atravessa o véu que nos divide e nos oferece como um dom uma taça de luz para que possamos beber esperança, alegria, sensatez, desejos de conhecimento, verdade, valor e, sobretudo, Amor e Harmonia.